Relações entre a ficção e jornalismo em crônica de uma morte anunciada de Gabriel García Márquez

  • Maria Cecília Guirado de Carvalho Politécnico Colombiano Jaime Isaza Cadavid https://orcid.org/0000-0003-4629-6903
  • Angélica Miquelin Do Nascimento Universidade Estadual Londrina (UEL), Londrina – PR - Brasil.
Palabras clave: Gabriel García Márquez, Crônica de uma Morte Anunciada, América Latina, reportagem, literatura, ficção, novela colombiana.

Resumen

Como jornalista ou como escritor, Gabriel García Márquez se preocupava com a responsabilidade política e social de suas narrativas. Em Crônica de uma morte anunciada, o tino do repórter complementa a técnica do escritor no resgate de uma história ocorrida há trinta anos.

Ancorada no real, tal narrativa faz uma crítica aos valores morais que pesam sobre os latino-americanos. Recontando o assassinato de Cayetano Gentile, transformado em Santiago Nasar, o autor condensa a maestria do realismo mágico, nesse texto que une a experiência adquirida na prática do romance e na prática da reportagem.



Biografía del autor/a

Maria Cecília Guirado de Carvalho, Politécnico Colombiano Jaime Isaza Cadavid
Universidade Estadual Londrina (UEL), Londrina – PR - Brasil.
Angélica Miquelin Do Nascimento, Universidade Estadual Londrina (UEL), Londrina – PR - Brasil.
Graduanda de Comunicação Social- Jornalismo e pesquisadora de Iniciação Científica no Projeto Imagens da América Latina: textos jornalísticos e literários de Gabriel García Márquez.

Citas

GARCÍA MÁRQUEZ, G., Cheiro de Goiaba: conversas com Plínio Apuleyo Mendonza, tradução de Eliane Zagury. 4. ed, Record, Rio de Janeiro, 1993.

_____________________ Crônica de Uma Morte Anunciada, tradução de Remy Gorga Filho. 31ª. ed, Record, Rio de Janeiro, 2004.

_____________________ Viver para Contar, tradução de Eric Nepomuceno. 6. ed, Record, Rio de Janeiro, 2005.

_____________________ Eu não vim fazer um discurso, tradução de Eric Nepomuceno. 6. ed, Record, Rio de Janeiro, 2011.

GILARD, J. Introdução, Textos caribenhos - Obra jornalística 1 (1948-1952), Record, Rio de Janeiro-São Paulo, 2006.

MARTIN, G., Gabriel García Márquez: uma vida, tradução Cordelia Magalhães, Ediouro, Rio de Janeiro, 2010.

MELO, J., Gabriel García Márquez e o Realismo Mágico Latino-Americano. In Revista Camões nº 2, julho-setembro, 1998.

MOTTA, L, G., Narratologia – Análise da narrativa jornalística, Casa das Musas, Brasília, 2004.

Publicado
2015-04-20
Cómo citar
de Carvalho, M. C. G., & Do Nascimento, A. M. (2015). Relações entre a ficção e jornalismo em crônica de uma morte anunciada de Gabriel García Márquez. Luciérnaga Comunicación, 6(11), 40-45. Recuperado a partir de https://revistas.elpoli.edu.co/index.php/luc/article/view/364
Sección
Artículos

Métricas de Artículo

Resumen : 294   PDF : 175